top of page
Buscar
  • Foto do escritorMárcio Furtado Niwa

Aparelhos Estéticos


Muitos pacientes estão perguntando sobre os aparelhos estéticos e principalmente os de Safira.

Então este post servirá para tentar dirimir todas as suas dúvidas.

Hoje existem basicamente duas categorias de aparelhos estéticos: a primeira são os removíveis do tipo alinhadores como é o caso do Invisalign, Ortho Aligner, Clear Aligner, Smart Aligner... que não é o foco desta matéria.

A outra categoria são os aparelhos que são fixos (colados) nos dentes e eles podem ser classificados em duas subcategorias: os aparelhos que são colados na vestibular (parte da frente) dos dentes e os que são colados na lingual (parte de trás) dos dentes. Na vestibular, mais comum e os famosos aparelhos Linguais, que não serão abordados neste momento.

Então você agora tem uma visão completa dos aparelhos existentes no mercado. Hoje iremos falar nos aparelhos estéticos colados na vestibular dos dentes.

Sobre estes aparelhos de acordo com a composição de que são feitos, temos 2 tipos: O cerâmico, e o de policarbonato (um tipo de plástico).

O aparelho de policarbonato é o mais barato porém tem suas desvantagens em relação aos cerâmicos:

Mancha com maior facilidade, é mais frágil e em alguns casos o slot (a canaleta onde entra o fio ortodôntico) se desgasta. Aí você pergunta: E daí que desgasta o slot? Só que é no slot do aparelho que está a diferenciação da inclinação e angulação e que é individualizada para cada dente. Se ocorrer este desgaste o dente simplesmente não irá para o lugar que deveria. Entendeu o problema?

O aparelho cerâmico já é nosso companheiro há mais tempo. Ele sempre teve um custo maior e também tinha alguns problemas em relação ao aparelho metálico. Ele tinha um perfil (era mais volumoso) mais espesso. E por que disto? A explicação é bem simples: como a cerâmica é um material mais friável (quebradiço) que o aço, para resistir as forças da mastigação ele tinha que ser maior para conferir mais resistência. A colagem também era um problema (e ainda o é, em menor grau). A base não aderia a resina (cola) como na base dos metálicos e esta combinação com seu maior volume deu muito incomodo para o ortodontista e para o paciente. Outro problema era que o slot (a canaleta onde se insere o arco) não era tão liso como no braquete metálico o que dificultava a movimentação dentária. Por isso até hoje existem braquetes cerâmicos com a canaleta metálica.

A pouco tempo, lançaram um tipo de aparelho cerâmico produzido de forma diferente, onde se obtém uma cerâmica monocristalina e deram o nome de Safira.

O aparelho de Safira diminuiu e muito os problemas que encontrávamos no aparelho de cerâmica convencional, houve uma dimuição no volume da peça, o slot é bem polido e há uma maior adesão da base do braquete com a resina (cola) e o principal ele é translúcido diferentemente ao cerâmico que é opaco. Vamos dar um viva ao aparelho de Safira!

Também existem aparelhos estéticos autoligados mas como o post está muito longo, vamos falar sobre estes numa próxima!

Segue uma imagem do aparelho de Safira.

52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page