top of page
Buscar
  • Foto do escritorMárcio Furtado Niwa

Ronco e Apnéia


O Ronco é um distúrbio que atinge 25% da população mundial, causado pela vibração dos músculos das vias aéreas;

O Ronco associado à Apnéia do Sono pode causar inúmeras consequências orgânicas, físicas e sociais:

- Hipertensão arterial; - Infarto do coração; - Impotência sexual; - Sonolência durante o dia; - Falta de atenção e dificuldade de memorização e concentração; - Perda do rendimento escolar; - Angina; - Mal de Alzeheimer; - Diminuição da oxigenação do cérebro; - Esquecimento; - Obesidade: - Sensação de cansaço, mesmo depois de dormir; - Refluxo Gástrico norturno; - Dor de cabeça; - Irritação; - Separação de quartos; - Separação conjugal;

Tratamento realizado com a utilização de aparelhos odontológico Intra-Orais, de uso noturno, facilitando a entrada de ar pelas vias aéreas , tonificando toda a muscultatura, diminuindo a incidência de Ronco e da Apnéia do Sono.

O ronco e a apnéia obstrutiva são dois dentre os mais de 80 distúrbios do sono já catalogados pela medicina.

O ronco nada mais é do que a vibração intensa dos tecidos da garganta (úvula e palato mole), provocada pela passagem enérgica do ar inspirado.

A apnéia obstrutiva do sono é classificada pela medicina como doença e define-se como uma parada respiratória superior a 10 segundos e que está diretamente relacionada com o ronco.

O que causa o ronco?

O ronco é causado principalmente pelo enfraquecimento do tônus muscular da língua e da garganta. O tônus muscular enfraquecido permite a língua relaxar e tombar para trás, tocando a parede posterior da garganta.Quando a língua está muito relaxada ela pode restringir o fluxo de ar normal e vibrar, o que ocasiona o ronco.

Outras causas de ronco incluem:

- Tonsilas ou adenóides aumentadas; - Aumento dos tecidos do pescoço devido a excesso de peso; - Obstrução das vias aéreas nasais; - Palato mole alongado e inchado

Quando a passagem do ar é completamente fechada ocorre a apnéia, conforme a ilustração abaixo.

A maior parte das pessoas que ronca apresenta uma condição conhecida como apnéia obstrutiva do sono que é caracterizada pela interrupção completa da respiração por um período de 10 ou mais segundos e que ocorre inúmeras vezes durante todo o sono. As pessoas com apnéia podem passar até metade do período do sono com os níveis de oxigênio abaixo do normal. Durante estes períodos de interrupção da respiração, o coração pode ter seu bombeamento aumentado de modo a circular o sangue mais rapidamente e compensar a baixa de oxigênio. Isto pode causar batimentos cardíacos irregulares e, eventualmente, aumentar a pressão sanguínea e também aumentar o tamanho do coração.

Pessoas com apnéia do sono obstrutiva não têm o sono reparador, acordam cansadas, ficam sonolentas durante o dia e podem pegar no sono enquanto dirigindo.

A maioria dos roncadores podem ser tratados!

Vale a pena seguir as prescrições de auto-ajuda, para aqueles que são roncadores de intensidade leve a moderada:

Adapte-se a um estilo de vida atlético e exercite-se diariamente. Isto pode melhorar o tônus muscular e ajudá-lo a perder peso.

Evite tranquilizantes, pílulas para dormir e anti-histamínicos (medicações anti-alérgicas) antes de ir dormir, assim você evita a diminuição do tônus muscular.

Evite bebidas alcoólicas nas três horas antes de ir repousar , assim você também evita a diminuição do tônus muscular.

Evite comidas pesadas nas três horas antes de ir repousar.

Estabeleça padrões regulares de sono e evite ficar excessivamente cansado.

Durma mais de lado do que de costas. Dormir de costas possibilita a língua fechar mais facilmente a passagem de ar através da garganta. Considere costurar um bolso nas costas de seu pijama e colocar uma bola de tênis dentro dele. Isto ajuda a evitar que você durma de costas. Faça uso de descongestionantes quando estiver resfriado. Nariz entupido faz com que a pressão de ar se torne muito forte nas vias aéreas, o que facilita o fechamento da garganta. Caso a congestão nasal persista, procure um médico.

Alguns roncadores podem necessitar de mais ajuda que o sugerido acima. Estes devem buscar o aconselhamento médico especializado caso haja suspeita de apnéia (roncos fortes com períodos de parada do fluxo de ar ou sonolência excessiva durante o dia).

Estudos em laboratórios de sono são importantes para se avaliar a intensidade e a gravidade do ronco assim como as consequências na vida do roncador.

O tratamento vai depender, é claro, do diagnóstico.

As apnéias do sono de intensidade moderada a grave podem ser tratadas através do uso de aparelhos que ajudam a pessoa a respirar enquanto dorme ou podem ser tratadas cirurgicamente.

Pessoas com apnéia do sono de intensidade leve a moderada e pessoas que roncam mas que não apresentam apnéia são frequentemente auxiliadas por aparelhos de uso oral.

Ronco é um problema grave para milhões de pessoas. Está relacionado com aumento de pressão sanguínea, com derrames e até mesmo com parada cardíaca. Roncar também pode contribuir para a diminuição da qualidade de vida tanto pessoal quanto familiar.

93 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page